AUTOCONSUMO

Com o decreto - Lei n.º 153/2014, passou a ser legalmente possível, individuos ou entidades, produzirem a sua própria energia, estando conectados à rede electrica.


UPAC - Unidade de produção de autoconsumo

A energia produzida é consumida localmente, sendo o produzido, energia poupada da rede pública. Com a redução extraordinária do preço da tecnologia solar fotovoltaica nos últimos 5 anos, esta forma de energia tornou-se mais barata do que a rede pública. Assim sendo, para além das emissões de poluentes e CO2 evitadas, o tempo de retorno é extremamente reduzido, geralmente inferior a 5 anos. Toda a energia produzida é injectada na rede doméstica.

Por exemplo, se os consumos forem de 1000w, e o sistema solar estiver a produzir 700w, apenas consumirá 300w da rede, uma poupança considerável. Dispomos de pequenos kits prontos-a-montar, e também dimensionamos e instalamos sistemas de maior dimensão, para maiores consumo.

Um sistema de autoconsumo é constituído por:

  • Módulos fotovoltaicos: produzem a energia DC
  • Inversor de rede: converte a energia DC em AC mono ou trifásica
  • Contador de produção: obrigatório para mais de 1500w

É possível também ACUMULAÇÃO da energia excedente, com inversores bi-direccionais e baterias, evitando desperdício de energia solar, quando a produção é maior do que o consumo. Esta energia é usada posteriormente, quando a energia produzida é inferior ao consumo doméstico.